3RHsec: Tecnologia, Inovação e Solução em SST e Meio Ambiente

Equipamentos para medição de agentes de Risco e Conforto:

Destacamos a seguir os melhores equipamentos / medidores com o custo benefício do mercado. Apresentamos os equipamentos da CESVA e da MMF: Dosimetros especiais SC D112a, Medidor de Nivel de Pressao Sonora SC 260, Medidor de Vibração e calibradores da MMF VM31, além dos incríveis medidores/registradores/controladores acústico de poluição sonora e ruído ocupacional (LRF-05). Integração com o NoiseAtWork e o MapAtWork que são as novas tendências para as questões dos demonstrativos ambientais. Fique UP To Date!!!

 
 
 
Solução completa de acústica 3R & Ambergo

Para ver e adquirir os equipamentos da CESVA vá ao site da Ambergo (Portal do Equipamentos).


A aquisição pode ser realizada direto em Portugal, com todos os manuais em português e suporte direto com o fornecedor internacional, um grande diferencial para suporte e troca de partes integrantes. Os valores são os mesmos aplicados na Europa, com 23% de desconto devido a não incidência do IVA (imposto da Comunidade Europeia). Todos são de fabricação europeia com alta qualidade e confiabilidade.


Somos os responsáveis pela divulgação, treinamentos, escolha do equipamento que melhor atende as expectativas e fechamento da proposta junto a Ambergo. Uma tendência mundial de relação cliente final com o fornecedor; customizando os processos.

 
Medidor audo-dosimetro Cesva DC112a. Inclui ISO 9612: 2009: Determinação da exposição ao ruído no trabalho (método de engenharia) e ISO 4869-2: 1994: Protetores auditivos adequados.
 
Medidor Ocupacional e Ambiental Cesva SC - 260
 
Vibração Ocupacional e Ambiental VM31 da MMF
 
Medidor Audio-Dosímetro SV 104
 
Vibração Mãos e Braços Svantek SV 103
 
Gilair Plus - Sensidiny
 
Medidor Corpo Inteiro SV 100A
 
 

DESTAQUE PARA VISTORIA VEICULAR E FISCALIZAÇÃO: o SC 101 Classe 1 e o SC 102 Classe 2, são equipamentos com melhor custo benefício para fiscalização e vistoria veicular com todos os cálculos automáticos no visor. O SC classe 2, possui microfone destacavel e pode ser calibrado como classe 1, com esta exatidão utilizado como parte integrante de sistemas ou bancadas de medição veicular.


Por que são os melhores para medição de nível de pressão sonora nas vistorias?

Porque são fornecidos protocolos para comunicação com as bancadas, para que seja tudo feito de forma automatizada com o operador seguindo das sequencias definidas pelo equipamento no visor e na tela da central/bancada.


A aplicação veículos segue, passo a passo, o procedimento de medição do ruído produzido pelos veículos a motor, segundo as diretivas 70/157/CEE, 78/1015/CEE e 97/24/CE (automóveis, veículos de transporte público, veículos de transporte de mercadorias, motocicletas, ciclomotores, veículos de três rodas, quadriciclos), também adaptado para o Brasil.

 
 

Segue certificado com reconhecimento internacional de audio-dosímetro emitido por laboratório acreditado. Vejam nossos cursos técnicos especiais com o uso dos equipamentos de medição: Cursos Especiais.

Para ver e adquirir os equipamentos da CESVA vá ao site da Ambergo (Portal do Equipamentos).

Medidor de Vibração Ocupacional VM31 e Calibrador de Vibração VC21:

Destaque ao equipamento de medição de vibração ocupacional e ambiental VM31 da MMF, um equipamento Alemão que mede em 1/3 de oitavas nos três eixos e permite a integração dos sinais para medições em unidade de aceleração, velocidade e deslocamento, atendendo todas as normas de vibração. Além disso, posteriormente com a aquisição de outros acelerômetros é possível a medição de vibração ambiental e de máquinas/equipamentos.

O VM31 atende a • ISO 2631 • ISO 5349 • ISO 6954 • ISO 8041 • ISO 10056 • ISO 10326 • ISO 10816 • ISO 28927 • 2002/44/EC. Este equipamento é comercializado pela empresa Ambergo de Portugal que também comercializa os modernos calibradores de vibração VC21 da MMF:

> Gama de Frequências: 15,92 Hz, 40 Hz, 80 Hz, 159,2 Hz, 320 Hz, 640 Hz, 1280 Hz;
> Gama de aceleração: 1 m/s2; 2 m/s2; 5 m/s2; 10 m/s2; 20 m/s2;
> Peso máximo dos acelerómetros: 500 gr de 1…10 m/s2; 200 gr a 20 m/s2;
> Erro máximo de amplitude: 3% (10…40oC);
> Erro máximo de frequências: +0,05%;
> Distorção harmónica: 15,92 Hz = <5%; 40 a 1280 Hz = <1%;
> Cabeça: rosca de 5mm com profundidade de 7 mm;
> Temperatura de operação: -10 a 55oC;
> Tempo de carga das baterias: 4 horas;
> Peso: 2,2 Kg.

O VC21 é um Shaker portátil para calibração de acelerômetros, tanto para sistemas de mão-braço como de corpo inteiro, cumprindo a ISO 8041 e a DIN 4150-3 para vibração de edifícios.

Solução completa para avaliações de estudo de impacto ambiental e de desempenho acústico:

Solução GIP Measuring insulation solution comprising: SC420 Sound level meter, TF420 module, RT420 module, FP122 sound source, TR014 tripod, CIS software, CMA software, BT002 bluetooth, MI006 tapping machine and CB006 calibrator. Em detalhes cada elemento abaixo que se comunicam por bluetooth e fazem parte desta solução integrada para atender todas as demandas acústicas da Norma 15575 dentre normas internacionais. O GIP cobre todo o processo: TRANSPORTE + MONTAGEM + CALIBRAÇÃO + MEDIÇÃO + CÁLCULOS + RELATÓRIO, dispensando uma série de profissionais e tempo gastos nas avaliações de desempenho acústico:


SC 420 - Sonômetro tipo 1 mais completo do mercado, conta com um completo sistema de automação configuráveis, para o início e paragem da medição e gravação de áudio, baseado em temporizadores e disparadores automáticos por superação do limiar por zonas horárias.

TF420: Módulo Spectrum Analyser in 1/3 octave bands from 10 Hz to 20 kHz and overall functions, para atender as bandas de oitavas normalizadas que em conjunto com o RT420 atende a medição normalizada do tempo de reverberação, índices de qualidade e parâmetros acústicos C, & e BT.


TR014: Tripé para possibilitar a medição na Fachada, nas distâncias recomendas pelas normas de desempenho.

FP122:  fonte Omni-directional de nível de pressão Sonora BP012 com amplificador AP602 que permite chegar a mais de 123 dB na emissão (maior do mercado), com equalização para início das medições de forma automático, com comunicação bluetooth com os outros equipamentos desta solução.


MI006: Máquina de impacto padronizada com Bluetooth, é uma máquina de martelos padronizada com Bluetooth especialmente desenhada para atender às especificações da ISO 10140-3 e ISO 140-7.


CMA - Assistente de Medição: software que prepara um projeto de medição automático com o lay-out e o número de medições adequadas atendendo as normas técnicas para o ambiente escolhido, tudo de forma automática. E, o CIS - Isulation Studio: importa os dados do CMA permitindo escolher a norma mais adequada para atender as necessidades com a geração automática do laudo de desempenho acústico.


Condições e Conforto Térmico:

O estudo das condições ambientais tais como velocidade, temperatura e umidade relativa do ar, fluxo, vazão volumétrica, temperatura de bulbo úmido e temperatura do ponto de orvalho devem atender as ISO 7730, ISO 7726, ASHRAE55 e NR-17, com a apresentação dos dados de forma adequada em planta baixa, veja no link (clique).

No detalhe ao dado, por exemplo, são apresentados alguns dos equipamentos mais adequados utilizados na avaliação dos ambientes de teleatendimento e salas onde destacamos a rastreabilidade das medição com as três equipamentos medindo no mesmo ambiente (clique na foto). O primeiro equipamento da Delta Ohm, comercializado pela Ambergo, mede remotamente temperatura do ar (veja o valor de 27,5 oC), umidade (67%), dióxido de carbono: CO2 (692 ppm) e monóxido de carbono CO (0 ppm) aplicada para o monitoramento contínuo da qualidade do ar em ambientes internos e externos. Essa unidade da Delta Ohm comunica-se com a internet e pode ser configurada remotamente, possibilitando acessar e baixar os dados para o computador.

Na sequencia temos a árvore de termômetro com os três termômetros onde o Bulbo Seco em 27,3 oC e as outros, bulbo úmido e globo com valores semelhantes. Quando tiramos o globo e não colocamos água no cordão de umidade (um método de verificação do equipamento) os valores dos três termômetros devem ser próximos. Por último a destacamos a ponteira da TSI de alta exatidão (3% em velocidade) com temperatura (27,7 oC), Umidade (69%) e Velocidade do Ar (0,11 m/s), com características de exatidão necessária e regulamentada para atender a NR-17. O valor legalmente utilizado para a comparação com os limites normativos de temperatura, por exemplo: conforme NR-17 e ASHRAE 55, é da Temperatura Efetiva que deve ser obtida a partir dos dados da temperatura, umidade e velocidade do ar com exatidão exigidas por normas nas medições; ref. ANSI/ASHRAE: Resultado TE = 25,8 oC; com as cartas psicométricas: veja o ábaco.


Pode-se ter uma ideia dos equívocos na área de medição de temperatura, seja quando fornecida a temperatura do ar, como se fosse a temperatura efetiva (um erro grave), ou, quando usados equipamentos que não tenham a exatidão compatível. Por exemplo, deve-se medir velocidade do ar com no máximo 3% de erro (só conseguida com anemômetros especiais de fio quente) trabalhando na segunda casa decimal, isto é, 0,01 m/s. Não deve-se aplicar nas avaliações quantitativas os anemômetros do tipo hélice ou aqueles equipamentos 3 em 1, que somente podem ser utilizados para reconhecimento e nunca em quantificação de agentes de risco ou conforto. Veja no link as exatidão demandadas para as avaliações térmicas: Exatidão dos Equipamentos.


Destacamos a seguir equipamentos especiais de alta exatidão e melhor custo benéfico do mercado:

 
Ponteiras Especiais TSI
 

Únicos equipamentos homologados de alta exatidão que medem diretamente o NC em atendimento a NBR 10152, a potência sonora, as emissões veiculares e as avaliações ambientais seguindo uma sequência normativa pré-definida, sem erros. Atende diversas funções normalizadas na área ambiental, ocupacional e de desempenho acústico. Pragmáticos!

NORMA DE ACÚSTICA ISO 8297: 1994 - Determinação de níveis de potência sonora de plantas industriais com diversas fontes para avaliação de níveis de pressão sonora no meio ambiente - Método de engenharia.

Esta norma especifica um método de engenharia para determinar os níveis de potência sonora de grandes plantas industriais, isto é,  múltiplas fontes relevantes para a avaliação dos níveis de pressão sonora no ambiente. O método é limitado a grandes instalações industriais com múltiplas fontes de ruído com suas dimensões principais no plano horizontal e que irradiam uniformemente em todas as direções horizontais. Os níveis de pressão sonora não ponderado (dBlin) são medidos em bandas de oitava. Os resultados são expressos em banda de oitava e, se necessário, nos níveis de potência sonora ponderada em A.


3RBrasil Tecnologia Ambiental; Contato aquisição: 021 3549-4862, 021 99999-6852, pmorais@ambergo.pt e isegbusiness@gmail.com.